CRÍTICA – Soundtrack (2017)

Sountrack conta a história de Cris (Selton Mello)  um fotógrafo que viaja para uma estação de pesquisa polar, com o intuito de realizar selfies para uma exposição de arte. O roteiro do filme é envolvente e nos desperta a curiosidade em saber mais sobre os personagens e, principalmente, sobre Cris e seu misterioso trabalho, que é encarado com estranheza pelos outros outros habitantes da estação. Porque tirar selfies em um lugar tão inóspito?

A ideia de Cris é reproduzir em imagens as sensações causadas pelas músicas de uma playlist selecionada para aquela experiência. Ao chegar na estação, ele se surpreende com visões de mundo completamente diferentes das suas.

Resultado de imagem para filme soundtrack

Na companhia de quatro cientistas que se dedicam a projetos grandiosos: Cao (Seu Jorge), botânico brasileiro que investiga a flora em situações extremas; o britânico Mark (Ralph Ineson), especializado em aquecimento global; o biólogo chinês Huang (Thomas Chaanhing) e o pesquisador dinamarquês Rafnar (Lukas Loughran). Juntos, eles descobrirão novos pontos de vista a respeito da vida e da arte.

Selton Mello teve uma atuação exemplar e conseguiu transmitir ao espectador toda a confusão mental que se passa com seu personagem. O filme é rico em diálogos onde Cris tenta conhecer melhor os cientistas e entender o motivo de estarem ali. Seu Jorge, como Cao, traz leveza ao filme! Ralph Ineson tem um papel de destaque na trama, além de ser o responsável por cuidar de Cris enquanto ele estivesse naquele lugar gelado, surgindo ali uma grande amizade. 

Resultado de imagem para filme soundtrack

A ambientação do filme é excelente e realmente temos a sensação de que as cenas foram gravadas no Polo Norte. Porém, a maioria das cenas foram gravadas no Rio de Janeiro – pasmem – graças a tecnologia! Uma réplica das estações de pesquisa foi instalada em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade, com toneladas de neve sintética.

Resultado de imagem para filme soundtrack

O filme é de drama, porém possui algumas pitadas de humor que arrancaram boas risadas da plateia. A direção ficou a cargo da dupla 300ml (Manitou Felipe e Bernardo Dutra), conhecidos pelo curta Tarantino’s Mind, de 2006, que também contava com Seu Jorge e Selton Mello no elenco.

Sountrack mostra que o cinema nacional está amadurecendo e se tornando ainda mais aberto a coisas novas, dando espaço para histórias originais. Que continue assim!

Confira o trailer do filme:

Soundtrack estreou no dia 06 de junho nos cinemas de todo o Brasil!

Esse post foi escrito originalmente para o site Feededigno, para saber todas as novidades do cinema  acompanhe-os nas redes sociais!

FacebookTwitterInstagramPinterest 

 

.