Jane The Virgin (2014-)

Sempre tive muito preconceito com novelas mexicanas, e quando vi Jane The Virgin no catálogo da Netflix não tive nenhuma vontade de assistir, já que a série não é uma novela mexicana, mas as usa como base. 

Na verdade a série é uma adaptação de uma novela venezuelana chamada “Juana la Virgen” e a todo momento faz referências às novelas. Depois de conhecer a história de Jane Villanueva (Gina Rodriguez), fiquei curiosa e acabei me encantando pela série.

Sinopse: Quando Jane era pequena, sua avó a convenceu de duas coisas: telenovelas são a melhor forma de entretenimento, e mulheres devem proteger a virgindade a qualquer custo. Agora, aos 23 anos, a vida de Jane tornou-se tão dramática e complicada quanto as telenovelas que ela sempre amou, após uma série de surpreendentes eventos que fizeram com que ela fizesse, acidentalmente, uma inseminação artificial.

Ao ler a sinopse, a série pode passar a impressão de que é superficial e boba! Porém, o fato de Jane ser virgem é apenas um detalhe diante dessa personagem tão carismática. A série mostra uma família de mulheres fortes e que sabem se virar diante das adversidades da vida. E de forma leve, fala de feminismo, xenofobia e outros temas delicados.

Jane é uma jovem que apesar dos problemas, é centrada, honesta e, principalmente, alguém que corre atrás dos seus sonhos e do amor! Ela namora Michael Cordero Jr. (Brett Dier), um detetive, e são muito felizes e apaixonados.

A série se passa em Miami na atualidade e conta a vida de Jane e sua família, esta mesma vida que virou de cabeça para baixo quando ela foi inseminada artificialmente por engano. Para complicar ainda mais, o pai do bebê é um antigo crush de Jane – Rafael Solano (Justin Baldoni) – dono do hotel Marbella, que é um dos principais panos de fundo da série.

Até mesmo os “vilões” da série são carismáticos, como é o caso de Petra Solano (Yael Grobglas) a esposa de Rafael. Ela é aquele tipo de personagem que irrita e que dá vontade de abraçar também! Apesar de suas maldades, por vezes ela se mostra frágil, atrapalhada e arrependida. Além disso, Petra tem figurinos de tirar o fôlego, e está sempre desfilando cheia de classe pelo hotel.

Rogelio de La Vega, interpretado por Jaime Camil, é um espetáculo a parte. Ele é um ator de novelas mexicanas, muito famoso e super ligado em redes sociais. Vaidoso, não abre mão de um corretivo para esconder suas olheiras. Rogelio é um dos personagens que traz leveza à série! 

Jane The Virgin está na sua terceira temporada e é produzida e transmitida nos EUA pela emissora de The CW – a mesma que transmite Arrow, Flash e muitas outras séries de sucesso.

Confira o trailer:

Infelizmente, na Netflix só está disponível a primeira temporada da série! Atualiza isso aí, Netflix!! Nunca te pedi nada!!

No Brasil, a série também é transmitida pelo canal a cabo Lifetime (Canal 141 da NET e Canal 87 da SKY), e vai ao ar toda sexta às 21h10. Não perca!

E aí, vocês já conheciam a série? Ficaram curiosos? Conta pra gente aqui nos comentários!

Esse post foi feito originalmente para o site Feededigno, para não perder nenhuma novidade das suas séries favoritas, não deixe de acompanhá-los nas redes sociais!

FacebookInstagramTwitterPinterest

Anúncios

Marca lança linha de batons inspirada em Game of Thrones

Na última semana a marca de cosméticos Storybook Cosmetics, fez o anúncio da sua nova linha de batons no Instagram. A grande novidade é que eles serão inspirados na série Game Of Thrones!

A marca é conhecida por lançar coleções inspiradas em séries e filmes, além de não testar seus produtos em animais! Uhuuuu! 🙂

A nova coleção sairá ainda esse ano e promete conquistar muita gente! As embalagens são lindas, inspiradas na pele dos dragões. Confira a postagem abaixo.

O produto ainda não é licenciado pela série.

E aí? O que vocês acharam? Conte aqui embaixo nos comentários!

 

EMERALD CITY: PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Oi gente! Tudo bem com vocês? Hoje vou falar um pouco sobre Emerald City, nova série da NBC. Vamos lá?

A série começa no estado americano do Kansas, contando a história de Dorothy Gale (Adria Arjona, de True Detective) enquanto ela procura a verdade sobre sua mãe biológica. Não demora muito para que apareça um tornado que a leva para uma terra mágica, de bruxos, feiticeiros, gigantes e palácios decadentes. Tentando voltar para casa, ela faz amizade com um belo espadachim que ela dá o nome de Lucas (Oliver Jackson-Cohen), que a ajuda a procurar pelo todo-poderoso Mágico de Oz (Vincent D’Onofrio, de Demolidor).

emerald-city-nbc-tv-series-590x392

Essa história parece familiar, não é mesmo? Pois é, trata-se de um rebootde O Mágico de Oz. Porém, enquanto o conto clássico é rico o suficiente para suportar uma narração moderna (o canal Syfy fez exatamente isso em 2007 com Tin Man, estrelado por Zooey Deschanel), os scripts de Emerald City parecem estar marcando caixas em uma checklist. Dorothyé uma enfermeira com problemas graves com a mãe. O equivalente aoEspantalho, Lucas, é alguém que admite matar pessoas. Os Munchkins são selvagens, Wildlings como guerreiros tribais. É tudo muito sombrio e sem humor – O Mágico de Oz não deveria ser pelo menos um pouco divertido? – e, no caso de você estar se perguntando, a série não é nada apropriada para as crianças.

emerald-city

Apesar disso, Emerald City é  um presente para os olhos, com paisagens fantásticas e trajes maravilhosamente elaborados, como a capa esvoaçante de fitas vermelhas usada pela Bruxa Má do Leste.

wicked-witch-of-the-east

Todos os 10 episódios são dirigidos por Tarsem Singh, o “visionário” por trás do thriller de J.Lo, A Cela, do filme Espelho, Espelho meu, e do mítico videoclipe “Losing My Religion” do R.E.M. Então, apesar de Emerald City ter toda a profundidade emocional de um clipe de música, pelo menos há coisas bonitas para olhar ao longo do caminho.

Depois de vários anos de desenvolvimento (e algumas mudanças nos bastidores), a NBC estreou Emerald City no dia 06 de janeiro. Uma série ambiciosa – com uma nova versão sobre O Mágico de Oz,  filmada internacionalmente, com um mesmo diretor dirigindo todos os episódios. Infelizmente, o resultado final é decepcionante; tornando-se uma série de TV que certamente se sente diferente, mas que não entrega personagens atraentes, dando a coisa toda um sentimento de vazio.

wizard-of-oz

Como fã do clássico filme “O Mágico de Oz“, me decepcionei com Emerald City. Assisti aos três primeiros episódios da série e irei acompanhar, na esperança de que ela se torne mais envolvente.

Emerald City vai ao ar todas as sextas, na NBC e na Fox Premium (Brasil).

Esse post foi publicado também no site Feededigno.

E aí, vocês já assistiram à série? Se sim, deixem nos comentários o que vocês acharam!

Até a próxima!

 

The Ranch (2016)

Oi geeeente!

Quem aqui é fã de Netflix? Eu sou muito!!! ❤ Por isso, hoje estou aqui para indicar a nova série da Netflix – The Ranch!

Ultimamente tenho ficado até confusa com a quantidade enorme de lançamentos na Netflix, são taaaantos que fico até perdida! Mas, The Ranch me conquistou com esse vídeo aqui – eles “dublando” a música “Saudade da Minha Terra”… kkkkkkkk

THE RANCH NETFLIX

Netflix 2016

Sinopse:“The Ranch” se encontra em um cenário em Colorado, onde Colt Bennett (Ashton Kutcher), retorna à sua cidade natal depois de uma breve carreira de jogo semi-profissional no futebol americano. Ele segue o negócio da família com seu irmão Jimmy (Danny Masterson) e seu pai (Sam Elliott).

THE RANCH NETFLIX 2

Trata-se de uma comédia leve e com um humor bem ácido. O temperamento díficil de Beau (Sam Elliott) é muito engraçado e me fez rir o tempo todo!

Quando comecei a assistir a série, achei a pegada bem semelhante à Two and a Half Men e, após uma pesquisa rápida no mestre Google, descobri que os criadores de ambas são os mesmos – Jim Patterson e Don Reo.

A série estreou dia 01 de abril! Já devorei toda a primeira temporada e aguardando a próxima! 🙂

 

Nota IMDB: 7,5

Trailer:

 

E aí? Vocês gostam desse estilo de série?

Assistiram algum episódio?

Espero que vocês tenham gostado do post!

Beijos e até mais!